Como o próprio nome diz: “passa em revista os acontecimentos do ano, e os comenta humorísticamente. Os fatos são levemente alinhavados por um enredo de comédia. A música, elemento fundamental e grande ponto de sustentação desse tipo de espetáculo, é sempre alegre, graciosa e espirituosa, utiliza estribilhos jocosos e árias risonhas e brejeiras.”

O caráter bufo e satírico do teatro de revista remonta à Grécia Clássica, onde o humor era parte integrante dos espetáculos dionisíacos, da poesia e da filosofia. A partir do século XV e sobretudo com o Iluminismo, as transformações institucionais e intelectuais controladas pela Igreja Católica instauraram uma “nova ordem” nos diversos âmbitos da sociedade, o teatro bufo e as manifestações culturais das classes populares passaram a ser desconsideradas e censuradas. Sem perder seu espaço junto ao público, a encenação burlesca permaneceu em diversas manifestações sociais: no carnaval, nas festas rurais, pastoris, jogos e rituais religiosos. A sátira e a crítica humorada sempre representaram um espaço marginal, no qual as classes populares questionam o domínio político e cultural das elites dominantes.

Espetáculo dos alunos da escola de atores Edu Rodrigues

Parece mas não é – A Comédia
Curta Temporada: 11 de Dezembro (Quarta)
Horário: 21h
Classificação: 10 anos

Teatro Fernando Torres
Rua Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé – São Paulo
Facebook: https://www.facebook.com/teatrofernandotorres

Ingresso:
https://bileto.sympla.com.br/event/63319#!tickets

Bilheteria: de terça a quinta, das 14h às 20h, sexta a Domingo das 14h até o início do espetáculo
Informações: (11) 2227-1025
Cafeteria no local: Tablado Café
Estacionamento no local.

Meia Entrada: Estudantes, professores da rede estadual e municipal de São Paulo, aposentados, e idosos acima de 60 anos. Indispensável apresentação de documento comprobatório no ato da compra do ingresso e da entrada ao espetáculo.